O que fazer em Bento Gonçalves?

Por Del Vino Wine Club em 17 de ago de 2021

O que fazer em Bento Gonçalves?

Atualmente conhecida como a capital brasileira do vinho e da uva, a cidade de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, está localizada a 122 quilômetros de Porto Alegre e 120 de Gramado. Sua história começou em 1875, com o início da imigração italiana na Encosta Superior do Nordeste, deu-se origem às colônias de Dona Isabel, Conde D’Eu e Nova Palmira. A primeira colônia resultou na cidade de Bento Gonçalves, que se tornou município de fato em 1890. A cidade possui este nome em homenagem ao general Bento Gonçalves da Silva, chefe da Revolução Farroupilha, que aconteceu no Rio Grande do Sul anos antes. 

O município é considerado um grande polo turístico do sul do Brasil, especialmente para a prática de enoturismo – modalidade de turismo voltada para a apreciação e expansão do conhecimento acerca dos vinhos e sua origem e produção – além de ser também um polo moveleiro. Logo, ambas as atividades tornam a cidade um dos destaques de desenvolvimento, economia e qualidade de vida na Serra Gaúcha. 

Aos apaixonados por vinho, este é um dos destinos nacionais mais interessantes para conhecer e se aprofundar sobre os vinhos, além de experimentá-los da melhor forma possível e desfrutar de paisagens exuberantes. Por isso, é parada obrigatória para quem vai à Bento Gonçalves conhecer as vinícolas que se espalham pela cidade e seus arredores, especialmente no Roteiro do Vale dos Vinhedos – área de 80 quilômetros dedicada ao enoturismo e pertencente majoritariamente ao município de Bento Gonçalves (63% da área), Garibaldi (30%) e Monte Belo do Sul (7%). 

Para quem não conhece a região, destacamos algumas informações que podem contribuir para o planejamento da viagem, tornando-a mais agradável possível. Confira a seguir o que fazer em Bento Gonçalves, seus pontos turísticos, quando visitar a cidade e por quê ir para lá deve fazer parte dos seus planos! 

Pontos turísticos: o que fazer em Bento Gonçalves?

Com forte influência italiana, Bento Gonçalves é uma cidade com boa infraestrutura para receber turistas e viajantes de todo o mundo. Por isso, possui diversos pontos turísticos, além do famoso Vale dos Vinhedos, apesar deste ser o maior destaque do município. Então, afinal, o que fazer em Bento Gonçalves? 

Vale dos Vinhedos

A cidade foi pioneira no Brasil com relação ao desenvolvimento do enoturismo e o Roteiro do Vale dos Vinhedos é o principal destino enoturístico no país, sendo um dos mais visitados ao longo do ano. 

Por isso, incluir alguns dias da viagem para conhecer o Vale dos Vinhedos é o mais indicado, já que além de ótimos lugares para visitar, belas paisagens dos vinhedos e bebidas produzidas à base de uva com máxima qualidade, a região faz parte do patrimônio cultural e histórico do Rio Grande do Sul desde 2012, por meio do Projeto de Lei 44/2012. Além desse reconhecimento, foi a primeira região brasileira reconhecida como Indicação Geográfica, em 2002, com a obtenção da Indicação de Procedência dos produtos ali produzidos, seguido da Denominação de Origem, em 2012, maior selo de qualidade para vinhos e espumantes. 

Ao longo de seus 80 quilômetros de extensão, o Roteiro do Vale dos Vinhedos abriga dezenas de vinícolas, desde pequenas propriedades familiares até grandes vinícolas reconhecidas por todo o país. Casa Valduga, Miolo, Capoani, Dom Bernardo, Maximo Boschi são algumas das vinícolas que valem a pena conhecer. 

Por exemplo, a Casa Valduga vai além de uma vinícola comum. Ela se tornou um dos complexos enoturísticos da região, pois além da produção e venda dos vinhos, o grupo engloba outras empresas, como a Casa Madeira, que é reconhecida por sua alta gastronomia, produção de geleias e cremes balsâmicos artesanais. Em meio a natureza, há também o Leopoldina Jardim, uma casa centenária do grupo e que proporciona lazer aos visitantes e degustação de cervejas artesanais da Cerveja Leopoldina. Pensando no bem-estar e descanso, a Casa Valduga também possui uma pousada. 

No Vale dos Vinhedos é possível se deliciar com ótimos restaurantes e bistrôs, armazéns de queijos, doces e geleias, ateliês de artesanato, entre outros lugares ideais para conhecer a cultura local. Algumas vinícolas e propriedades rurais também oferecem visitas guiadas e degustação dos vinhos que são produzidos aí. 

Para quem não abre mão de uma cerveja artesanal, o Vale dos Vinhedos também possui estabelecimentos voltados para a bebida, como o Moinho Graciema. Além da bebida artesanal, o espaço produz produtos gourmet, como molhos especiais e geleias – produzem até geleia de cerveja! 

O Sul do Brasil também é muito conhecido pelo consumo de chimarrão. E claro que o Vale dos Vinhedos também tem um espaço dedicado para a bebida, a Casa da Erva Mate, inteiramente voltado para o consumo de erva mate, a matéria-prima do chimarrão. No estabelecimento, os visitantes podem participar de degustações, explicações sobre como preparar a bebida e comprar os produtos feitos no espaço. 

Além disso, a região conta com hotéis e pousadas, como o Spa do Vinho, o maior complexo enoturístico do Brasil, pois proporciona aos turistas muito mais do que a hospedagem. Com 18 hectares e localizado em meio aos vinhedos da região, o Spa do Vinho foi construído com base no estilo arquitetônico da Toscana, na Itália, e reúne o que há de melhor em lazer, bem-estar, hospedagem e alta gastronomia.

Passeio de Maria-Fumaça

Ainda seguindo a linha do enoturismo, o ponto forte da região, Bento Gonçalves possui um passeio de Maria-Fumaça, intitulado por Trem do Vinho. O passeio percorre um trecho de 23 quilômetros da cidade e vai até o município de Carlos Barbosa. 

Do embarque até o desembarque, os turistas são surpreendidos com degustação de queijos e bebidas, além de os vagões serem animados com apresentações de música, teatro e dança. O passeio é perfeito para se aprofundar sobre a história do vinho e cultura local, além de desfrutar de ótimos vinhos e espumantes, e se encantar com as paisagens dos vinhedos. 

Caminhos de Pedra

Bento Gonçalves é uma município que carrega fortemente a influência italiana e dentre suas diversas rotas turísticas, há o Caminhos de Pedra, uma rota rural de cerca de 12 quilômetros, que mantém sua originalidade da época da imigração dos italianos na região. Por isso, por todo o caminho, os visitantes podem conhecer mais de 20 estabelecimentos, dentre eles, museus, capelas, casas e monumentos históricos, restaurantes com comida típica e local, entre outras atrações que impactam pela arquitetura e cultura das primeiras famílias italianas que se instalaram na Serra Gaúcha. 

Esportes e ecoturismo 

A região do Vale do Rio das Antas, também em Bento Gonçalves é o destino na cidade ideal para quem gosta de esportes mais radicais e um contato mais próximo com a natureza. Em meio a floresta nativa, os turistas mais aventureiros podem praticar diferentes esportes, como rapel, tirolesa, rafting e trekking. Além disso, também há boas opções de trilhas que podem ser descobertas andando ou de jipe, por exemplo. 

Desde 2015, o Vale do Rio das Antas possui roteiros temáticos para pedaladas, chamado de Dall’Onder Cicloturismo. São quatro opções distintas para os turistas, uma com um intuito mais cultural, passa pelo Caminhos de Pedra, outra rota vai para o Vale dos Vinhedos, com o intuito de passar pelas principais vinícolas da região. Com um perfil mais histórico e colonial, o roteiro Estrada do Sabor passa por propriedades de Bento Gonçalves até Garibaldi. E por fim, há o roteiro mais ecológico realizado dentro do Vale do Rio das Antas. 

Outro ponto turístico voltado para os esportes e lazer em Bento Gonçalves é o Parque de Aventuras Gasper, localizado no topo de uma parede rochosa de 135 metros de altura. Lá, é possível praticar arvorismo, bungee jump, escalada, rapel, tirolesa e passeio de quadriciclo, por exemplo. 

Quando ir para Bento Gonçalves? 

Bento Gonçalves é uma boa opção de viagem para o ano inteiro, tudo depende das preferências e gostos particulares de cada viajante! 

Comumente, o inverno é o período mais escolhido pelos turistas para conhecer a Serra Gaúcha, pois o clima frio e ameno combina com a região. Por isso, em Bento Gonçalves, a maioria das vinícolas, restaurantes e demais pontos turísticos costumam preparar atrações especiais para essa estação mais fria que acontece entre junho e agosto.

Mas no verão é época de colheita e, especialmente no Vale dos Vinhedos, dá para sentir de perto o cheiro das uvas que se espalha por todos os lados. Por isso, entre dezembro e março, a cidade também se torna uma excelente atração aos turistas. 

Aos turistas que querem apreciar as belas paisagens da cidade, outono acentua as cores mais avermelhadas e douradas, dando um aspecto europeu lindo para Bento Gonçalves entre março e maio. Enquanto na primavera, durante setembro e novembro, as cores também se destacam, mas o clima ainda está mais ameno e as noites são mais frias. 

Por que ir para Bento Gonçalves? 

Agora que você já sabe o que fazer em Bento Gonçalves, já sabe por que ir até a cidade, certo? Afinal, é uma região turística com atrações para todo perfil de viajante, desde os apaixonados por vinhos, que podem praticar o enoturismo no país, até os turistas mais radicais, que prezam por esportes de aventura. Inclusive, é uma maneira única de conhecer a cultura italiana que marca grande presença na cidade. 

Mas lembre-se: como a cidade é repleta de atrações, é indicado elaborar um roteiro do que visitar na região para aproveitar cada detalhe da viagem da melhor forma possível. Um final de semana pode ser o ideal para conhecer uma parte do Vale dos Vinhedos, por exemplo, mas se conseguir reservar mais dias, poderá visitar mais lugares ao longo de toda a cidade. 

Aos enófilos, a região é perfeita para aprofundar os conhecimentos sobre a bebida e apreciar de perto a produção de vinhos e derivados da uva, especialmente no Vale dos Vinhedos, região pertencente ao município. Pensando em instruir e guiar os turistas nesta viagem, a Del Vino realiza excursões para o Vale dos Vinhedos! O final de semana na Serra Gaúcha conta com um roteiro focado na visitação de diversas vinícolas da região, degustação de vinhos, além de acompanhamento de um sommelier da Del Vino, que tem o objetivo de contribuir para uma experiência inesquecível durante as degustações.

Crédito das fotos: Secretaria de Turismo de Bento Gonçalves 

Por Del Vino Wine Club
A Del Vino Wine Club promove cursos de vinho com foco na experiência. Nossos cursos são totalmente práticos, com muita degustação e em ambiente super descontraído.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *