Passeios no Vale Dos Vinhedos

Você ama viagem e vinho? Entre em contato para fazer parte desta experiência!
Passeios no Vale Dos Vinhedos
Ilustração de uvas e folhas

Próximo grupo: 18/09 e 19/09

Uma experiência singular para você que é amante do vinho. Desfrute de momentos únicos com um Sommelier exclusivo para o grupo.
Um final de semana incrível na serra gaúcha
Traslados com Sommelier exclusivo para o grupo
6 vinícolas visitadas e mais de 30 rótulos degustados
Aprenda sobre a cultura do vinho nacional
Ilustração de uvas e folhas

Um final de semana com passeios Inesquecíveis em Bento Gonçalves

Degustação de vinho em Bento Gonçalves
mais de 30 rótulos

Degustação de vinho

Dezenas de vinhos degustados, visitas em vinícolas selecionadas, um grupo de apaixonados por vinhos e paisagens maravilhosas. Que tal?

O projeto de enoturismo no Vale dos Vinhedos em Bento Gonçalves, surge da demanda dos nossos alunos por uma experiência mais imersiva e real . É muito gostoso estudar sobre vinhos, mas é muito mais prazeroso vivenciar.

Roteiro Vale dos Vinhedos

Casa Valduga - Passeios no Vale Dos Vinhedos

Dia 1 (Sábado)

  • Visita à vinícola Casa Valduga com degustação de 5 rótulos de vinho.
  • Visita à Casa Madeira.
  • Visita à vinícola Pizatto com degustação de 6 rótulos e harmonização com queijos e/ou charcutaria.
  • Parada para almoço.
  • Visita à vinícola Capoani com degustação de 8 rótulos de vinho.

Dia 2 (Domingo)

  • Visita à vinícola Peterlongo com degustação de 5 vinhos.
  • Visita à vinícola Dom Bernardo com degustação de 4 rótulos.
  • Parada para almoço.
  • Visita à vinícola Máximo Boschi com degustação de 4 rótulos de vinho.
Vinícola Milantino - Passeios no Vale Dos Vinhedos
Ilustração de uvas e folhas

Investimento: R$985,00 por pessoa
(parcelado em até 12x)

saiba mais

O que inclui?

Traslado in-out hotel e todos os passeios em van com motorista (grupos de até 16 pessoas)
Visitas em 6 vinícolas com degustações
Visitas em outros pontos turísticos na região do Vale dos Vinhedos
Acompanhamento de Sommelier Del Vino para ampliar ainda mais o conhecimento e experiência durante as degustações

O que não inclui?

Traslado para Bento Gonçalves e hospedagem.
Refeições
Passeios no Vale Dos Vinhedos
Ilustração de uvas e folhas
Desenho de Uva de fundo

O que nossos alunos dizem sobre a Del Vino

  • "Fiz o curso básico, e bastante satisfeito. Metodologia clara, direto ao ponto, sem Eno-chatice, carga horária adequada, todos os aspectos importantes são explicados com muita didática pelo Prof Maurício Leme. Recomendo a todos que querem sair da escuridão do desconhecimento, e acordar para este mundo bacana que é o mundo do Vinho
    Foto Carlo Gibran
    Carlo Gibran
  • "Curso de introdução ao mundo do vinho, muito bom o Bira descontraia a aula e dá uma boa visão geral. Muito Bom. A Equipe Del vino está de parabéns"
    Mario Zutin
    Mario Zutin
  • "Curso muito bem montado em espaço agradável e de fácil acesso! Equipe muito solicita e professor super qualificado e muito acessível!"
    Adriana Vinha
    Adriana Vinha
  • Fiz o curso no último sábado, com o Prof. Ubiratan. Foi um dia agradável com dicas preciosas, para pessoas como eu, que amam vinhos, mas estão iniciando o aprendizado. O curso despertou, ainda mais, minha curiosidade sobre o assunto. Super recomendo.
    Val Nascimento
    Val Nascimento
Ilustração de uvas e folhas

Localização

Vale dos Vinhedos – Bento Gonçalves – RS
Vale dos Vinhedos – Bento Gonçalves – RS

Entre em contato e garanta hoje seu lugar

Perguntas Frequentes

O que é enoturismo?

Enoturismo é um tipo de viagem ideal para quem é apaixonado por vinhos! O enoturismo é uma modalidade de turismo gastronômico com o objetivo de ampliar os conhecimentos acerca dos vinhos e apreciar a bebida por meio de degustações e visitas em vinícolas e vinhedos, por exemplo. Comumente, regiões que são voltadas ao turismo de vinhos possuem boa referência em gastronomia também, possibilitando a harmonização da bebida com diversos pratos locais também.

A prática de enoturismo possibilita uma imersão na história, nos sabores e na cultura da região, além de ser uma forma mais prática de entender sobre os vinhos, os tipos de uvas utilizados, as formas de produção de cada vinícola, entre outras características que contribuem (e muito) para a qualidade da bebida. No Brasil, existem alguns lugares que são propícios para quem deseja fazer enoturismo, como Bento Gonçalves, com o Vale dos Vinhedos e São Roque, com a Rota dos Vinhos, por exemplo.

Como funciona o Tour pelo Vale dos Vinhedos?

O Tour pelo Vale dos Vinhedos organizado pela Del Vino é uma experiência de dois dias no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, uma das principais regiões de enoturismo no país! Com acompanhamento de um sommelier exclusivo da Del Vino e grupos restritos de até 16 pessoas, os participantes da excursão têm a oportunidade de aprender sobre a cultura do vinho nacional em um final de semana na Serra Gaúcha.

O tour, com traslado incluso entre os passeios, envolve a visitação em 6 das melhores vinícolas do Vale dos Vinhedos e degustação de cerca de 30 rótulos selecionados, paradas para almoços em restaurantes com boa gastronomia, além de visitas em outros pontos turísticos na região.

Quantas vinícolas existem no Vale dos Vinhedos?

A rota do Vale dos Vinhedos abriga cerca de 30 vinícolas, que possuem diferentes tamanhos e formas de funcionamento. As vinícolas no Vale dos Vinhedos vão desde pequenas propriedades familiares até grandes e bem conceituadas adegas. E boa parte delas oferecem visitas guiadas e degustação dos vinhos produzidos ali.

Além das vinícolas, o Vale dos Vinhedos possui outros atrativos, como restaurantes, queijarias, parreirais, ateliê e lojas de artesanatos, fábricas de doces, chocolates e outras iguarias.

Quais as melhores vinícolas para conhecer no Vale dos Vinhedos?

As mais conceituadas vinícolas do país estão localizadas no Vale dos Vinhedos, única região do Brasil que possui o selo de Denominação de Origem de vinhos e espumantes – a mais valiosa classificação de qualidade das bebidas produzidas na região do Vale dos Vinhedos.

Com mais de 30 vinícolas no Vale dos Vinhedos, é importante estabelecer um roteiro de quais são imprescindíveis para visitar. A Casa Valduga, por exemplo, deve fazer parte do plano de vinícolas para conhecer, pois vai além de uma vinícola e possui diversas atrações que a transformou em um verdadeiro complexo enoturístico. Com localização privilegiada, a Vinhos Larentis também é uma das melhores vinícolas do Vale dos Vinhedos.

Conhecida como Casa do Merlot, a vinícola Pizzato Vinhas e Vinhos também é uma boa opção para incluir na lista de melhores vinícolas para conhecer! Com arquitetura única, a vinícola Cave de Pedra foi uma das primeiras vinícolas boutiques do Brasil e se destaca na região.

Durante todo o ano as vinícolas costumam estar abertas à visitação, possibilitando a degustação dos melhores rótulos.

Quantos dias devo reservar para conhecer o Vale dos Vinhedos?

Um final de semana é o período mínimo indicado para visitar o Vale dos Vinhedos e conseguir montar um roteiro que contemple boas vinícolas para conhecer, além de ter tempo para a gastronomia e cultura local, afinal, o objetivo do enoturismo é a apreciação e foco nos vinhos. Contudo, quatro dias pode ser o tempo ideal para uma viagem mais tranquila e que facilite para conhecer mais detalhes do Vale dos Vinhedos, ampliando ainda mais os conhecimentos sobre os vinhos e a produção local.

Qual a melhor época para ir no Vale dos Vinhedos?

O inverno costuma ser a estação mais escolhida pelos turistas conhecerem a Serra Gaúcha, região em que o Vale dos Vinhedos está localizado, já que o clima frio e mais ameno combina muito com a região. Comumente, as vinícolas, restaurantes e outros pontos turísticos da região preparam atrações especiais na estação mais fria do ano, entre junho e agosto. No entanto, o Vale dos Vinhedos traz surpresas em todas as estações do ano.

Quem deseja conhecer o Vale dos Vinhedos no período de colheita, para sentir de pertinho o cheiro das uvas que se espalha na região, a melhor época é no verão, entre dezembro e março. Por este motivo, o Vale dos Vinhedos atrai muitos viajantes no verão.

Já o outono, entre março e maio, deixa as paisagens ainda mais belas e impactantes, com cores mais avermelhadas e douradas, como um filme europeu! Na primavera as cores se destacam ainda mais, porém o período entre setembro e novembro deixa o clima mais ameno e com noites ainda frias.

Ou seja, é possível aproveitar os passeios no Vale dos Vinhedos da melhor forma possível ao longo de todo o ano!

Quais são os principais passeios no Vale dos Vinhedos

O Vale dos Vinhedos é o maior destino de enoturismo do país. A região pertence aos municípios de Bento Gonçalves (maior parte), Garibaldi e Monte Belo do Sul. Ao longo de sua extensa rota, possui mais de 30 vinícolas espalhadas e mais de 40 estabelecimentos como restaurantes, hotéis, queijarias, lojas de doces, chocolates, cafés, entre outras iguarias.

Por sua variedade enorme de opções para visitar e conhecer, os passeios se concentram nas visitações das melhores vinícolas da região, como Casa Valduga, Miolo, Pizzato, entre outras propriedades familiares e adegas-boutiques. Na Casa Valduga, por exemplo, é possível conhecer além dos vinhos, já que a vinícola se tornou um complexo enoturístico com outras atrações na propriedade, como pousada e restaurante próprio.

Próximo a Casa Valduga, há o Jardim Leopoldina, um espaço amplo com cafeteria, sorveteria e loja com produtos fabricados pela Valduga, como vinhos, geleias e até cervejas artesanais. Além disso, no Vale dos Vinhedos existe a Igreja do Vinho, uma igreja feita com vinho! É a Capela Nossa Senhora das Neves, que foi produzida no início do século 20 e se tornou um ponto turístico curioso na região, já que, devido a uma grande estiagem na época de sua construção, foi utilizado vinho na argamassa.

Enogastronomia: qual seria um bom roteiro para o Vale dos Vinhedos?

Considerando uma ida à região em um final de semana, um bom roteiro no Vale dos Vinhedos deve contemplar:

  • Visitação guiada em, pelo menos, 5 vinícolas, distribuídas entre os dois dias;
  • Degustação de vinhos com profissional para orientar;
  • Conhecer restaurantes que propõem harmonizações de pratos com vinhos;
  • Separar algumas horas de cada dia para aproveitar a área de lazer e bem-estar do hotel ou pousada escolhidos.

Lembre-se que as atrações ao longo do Vale dos Vinhedos vão além dos vinhos. Por isso, comece cedo, pois você fará grandes paradas ao longo de todo o dia nos restaurantes, estabelecimentos que vendem iguarias típicas da região, igrejas históricas, além da pausas para contemplar as paisagens de tirar o fôlego que merecem bons registros em fotografias.

Onde se hospedar no Vale dos Vinhedos?

Entre pousadas e hotéis, o Vale dos Vinhedos possui excelente infraestrutura hoteleira para os viajantes. O Hotel & Spa do Vinho é o mais famoso e luxuoso hotel na região, com vista privilegiada para os vinhedos e próximo a Vinícola Miolo. Inspirado no estilo arquitetônico da Toscana, atualmente, o Spa do Vinho é o maior complexo enoturístico do Brasil, pois além de hospedagem, une boa gastronomia, lazer e cultura aos hóspedes.

Também localizado no Vale dos Vinhedos, há o Hotel Villa Michelon, cercado de mata nativa e araucárias, ideal para quem busca um descanso em meio a natureza. Assim como o Spa do Vinho, o Villa Michelon também é um complexo turístico e traz aos hóspedes atrações e momentos de lazer.

Uma sugestão de pousada é a Vinícola & Pousada Terragnolo, situada dentro de uma das vinícolas mais tradicionais da região – ideal para quem deseja acordar com uma vista privilegiada para as parreiras de uvas. A pousada conta com serviços exclusivos, como café da manhã, banheira de hidromassagem com vista para o vale e tour na propriedade.

Onde comer em Bento Gonçalves?

Por ser um destino enogastronômico, além dos excelentes rótulos de vinhos, Bento Gonçalves possui bons restaurantes que servem diferentes tipos de pratos. Um exemplo disso é o Café com Arte Bistrô, que funciona de terça-feira a sábado, no horário de almoço e reabre à noite. Para quem gosta de fondue em dias mais frios, pode incluir no roteiro uma ida ao Chamonix Fondue, que abre aos finais de semana, entre o horário de almoço e a noite, e todos os dias da semana à noite. Cobo Wine Bar é um restaurante e bar de vinhos também em Bento Gonçalves, que traz uma proposta diferenciada ao ambiente e com carta de vinhos produzidos na região, e funciona de segunda-feira a domingo, no período noturno.

É muito indicado para quem vai para Bento Gonçalves, especialmente no Vale dos Vinhedos, conhecer a Casa Valduga, que além da vinícola, também possui restaurante em seu complexo enoturístico, o Restaurante Maria Valduga, com culinária típica italiana. Por ser uma cidade enoturística, a prefeitura de Bento Gonçalves disponibiliza em seu site uma série de indicação de restaurantes com as informações essenciais ao turista.

Pontos turísticos: quais os principais passeios em Bento Gonçalves?

O Vale dos Vinhedos é o grande destaque de Bento Gonçalves. No entanto, o município possui outros passeios diferenciados. O Caminho das Pedras localizado na cidade abriga casarões antigos, museus, restaurantes, pequenas vinícolas, casas antigas abertas para visitação e compra de produtos da região. Além disso, a região possui estabelecimentos voltados para a produção de chimarrão, cervejas artesanais e outras iguarias.

Bento Gonçalves também possui um passeio de Maria-Fumaça, conhecido por "Trem do Vinho", que percorre um trecho de 23 quilômetros entre Bento Gonçalves e Carlos Barbosa, passando por belíssimas paisagens dos vinhedos.

Quem gosta de aventuras, deve incluir no roteiro a ida ao Parque de Aventuras Gasper, um ponto turístico diferenciado na região e que possui diversas atrações em meio a natureza, como arvorismo, bungee jump, rapel, entre outros.

Qual seria um bom roteiro em Bento Gonçalves?

Além de conhecer as atrações do Vale dos Vinhedos, como as vinícolas, os vinhedos, restaurantes e outros estabelecimentos na região, um bom roteiro em Bento Gonçalves, de cerca de quatro dias, pode contemplar:

  • 2 dias dedicados ao Vale dos Vinhedos, para passear e se aprofundar nos estudos acerca dos vinhos produzidos na região;
  • 2 dias para curtir outros pontos turísticos da cidade, como mencionado no item anterior, como a ida ao Caminho das Pedras, o passeio de Maria-Fumaça e, aos viajantes mais radicais, aproveitar as atrações do Parque de Aventuras Gasper;
  • Explorar os restaurantes e estabelecimentos diversos em Bento Gonçalves, que trazem forte a cultura italiana;
  • Aproveitar os benefícios que o hotel ou pousada podem dispor aos hóspedes para relaxar e descansar.
Logo Praça São lourenço
Logo Wine Brands
Logo Cantu